A melhora recentemente registrada nos indicadores econômicos pode ser atribuída a fatores como o ganho de consistência da política econômica a partir de 2015, a melhora na interlocução entre executivo e legislativo federal, após a posse do presidente Temer, e ao encaminhamento mais expedito das investigações no judiciário, com destaque para a Lava Jato.