Bandeiras femininas não aderem à imagem de Marina; Polarização entre Bolsonaro e PT se consolida O início da campanha gratuita em rádio e TV leva ao aumento das manifestações em torno de Geraldo Alckmin (PSDB) nas redes sociais, segundo a agência de análise .MAP. O tucano soma 7,2% de participação no debate sobre os candidatos […]


Marina Silva é quem se destaca na semana. A candidata da Rede é a principal beneficiada pelos debates, sobretudo pelo enfrentamento que protagonizou com Bolsonaro na Rede TV!.


Estudo da agência mostra como está a presença dos candidatos nas redes sociais, o descasamento do seu discurso em relação às demandas dos eleitores e o perfil do eleitorado nas últimas eleições.


Manifestações positivas superam 50% pela primeira vez em 15 meses; Bolsonaro atinge 83% de participação nas redes, mas apoio cai, após presença no Roda Viva, na última semana de julho


Enquanto a maioria das pessoas perde/gasta tempo em futilidades, o mundo que faz o mundo girar mantém seus privilégios e amplia sua distância dos que sonham vida de milionário com investimento de pequenas quantias resultantes de valiosos tempos de trabalho.


Nesse mês de julho em que o centenário de nascimento de Antonio Candido tem nos acalentado a memória, puxo mais um de seus fios para tratar de uma particularidade do escritor em relação à América Latina. Falo precisamente de sua amizade com o crítico uruguaio Ángel Rama, a quem Candido conheceu nos idos de 1960, quando esteve pela primeira vez em Montevideu para ministrar aulas sobre literatura brasileira na Universidad de la República.


A eliminação do Brasil nas quartas-de-finais da Copa do Mundo e o fim do evento esportivo, no último final de semana, ampliam a atenção da sociedade para a Política e fazem as Eleições decolarem no debate da sociedade.


Desclassificação do Brasil na Copa, PIB menor, inflação maior e impasse sobre a prisão de Lula ficam em segundo plano


Legalização do aborto, imigração e o futuro da Lava-Jato revelam manifestações extremadas