Na primeira semana após a eleição, Bolsonaro tem voto de confiança, mas em níveis diferentes na sociedade. Formadores de opinião e influenciadores dão 76% de apoio e opinião pública, 58%

Política lidera as discussões, com 51%. Mas, Bem Estar recupera espaço nos debates e mostra uma sociedade alerta

Política lidera as discussões, com 51%. Mas, Bem Estar recupera espaço nos debates e mostra uma sociedade alerta
  • Novembro começa com expectativas positivas dos brasileiros, após um mês de outubro marcado pela discussão política, em níveis inéditos, nas redes sociais. As manifestações do público nas redes e dos formadores de opinião na Imprensa saltam de 57%, em outubro, para 70% favoráveis, na semana encerrada hoje.
Impacto e índice de manifestações totais
Política, Economia e Bem Estar
Fonte: .MAP
  • O otimismo é conduzido pela Política. Nesta primeira semana pós-eleição, Jair Bolsonaro, que dá os primeiros passos compondo equipe a ministerial e de transição, conta com 76% de apoio. Para o professor da USP e consultor da .MAP, Heron do Carmo, após uma eleição de extremos, “o brasileiro mostra que há esperança no próximo Governo”. A aposta é maior entre formadores de opinião e influenciadores, incluindo grupos pró-Bolsonaro.
  • O presidente eleito inicia a transição acertando na formação da equipe ministerial e ganha um aliado de peso: a Lava Jato e o combate à corrupção, temas que contam com apoio de 79% e 71%. Ambos figuram entre os cinco principais assuntos discutidos na semana.
  • Na liderança deste processo, está a confirmação da ida do juiz Sérgio Moro para o Ministério da Justiça. As declarações de que a corrupção estará no foco de sua gestão é recebida com entusiasmo pelas redes. O post de Jair Bolsonaro em que anuncia o novo ministro é o de maior impacto nesta primeira semana de novembro, tendo angariado 14 mil comentários, 207,8 mil likes e 44,7 mil retuítes.
          
  • Se em outubro a política foi absolutamente dominante nas discussões da sociedade brasileira, tendo representado 98% das manifestações da opinião pública no Facebook e Twitter, em novembro ainda lidera, com 51%. Cede espaço, porém, para o Bem-Estar, com 42%, patamar similar ao que obtinha antes do início das campanhas eleitorais. “Terminada a eleição, vem o alerta da questão social, elemento que definiu discursos e estratégias no processo eleitoral”, afirma Marilia Stabile, diretora geral da .MAP. Os dados mostram uma sociedade que, a despeito de ter definido democraticamente o novo presidente do Brasil, está vigilante.
  • Desta forma, o pano de fundo das manifestações sobre os temas de Bem-Estar ainda está no contexto político eleitoral, dentro das narrativas de campanhas. Em destaque, o debate sobre a Escola sem Partido, com a desaprovação de 59% da sociedade; e o apoio ao Desarmamento se mantém: alcança 84%. O primeiro grande tema do Bem-Estar nesta semana, contudo, é a Educação, representada pelo ENEM, percebida como o caminho para a melhora de vida.
Período: 01 a 05 de novembro


Fonte: .MAP

Sobre PontoMAP

Combinamos análise das expectativas da sociedade e mercados com a avaliação da imagem e reputação para o seu negócio.