Sociedade impõe agenda ativa em Bem-Estar e expectativas sobre o Brasil alcançam 59% positivos

Desclassificação do Brasil na Copa, PIB menor, inflação maior e impasse sobre a prisão de Lula ficam em

Desclassificação do Brasil na Copa, PIB menor, inflação maior e impasse sobre a prisão de Lula ficam em segundo plano

O cansaço da sociedade em relação ao baixo desempenho da economia, especialmente ao desemprego, associado à desilusão com os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, precipitou um novo perfil de manifestações. A opinião pública, nas redes, bem como formadores de opinião, em todas as mídias, priorizam o Bem-estar nos debates. O tema alcançou inéditos 56% e apoio de 78%. Entre as prioridades, o combate ao racismo. O tema foi estampado na Copa com o gol contra de Fernandinho, na partida que desclassificou o Brasil contra o time da Bélgica. Envolveu também o Youtuber Júlio Cocielo, se referindo ao jogador Mbappé, da França. Às críticas ao racismo vêm se somar a desaprovação à homofobia e à violência contra a mulher. São atuações da sociedade onde ela pode se manifestar e transformar  – diferente da impotência percebida na política e economia. A avaliação é da .MAP, agência de análise que capta 3,1 milhão de posts semanalmente, além de 233 formadores na imprensa. As conclusões correspondem ao mês de julho, até o dia 10. Os gráficos abaixo, de participação e positividade, respectivamente, confirmam que o Bem-estar vem ganhando protagonismo nas discussões e que se consolida.

 

O segundo tema de maior impacto, atrás de racismo, são os candidatos, com 15,21% de participação e positividade de 46%, praticamente metade do apoio contra o racismo. Cabe ao STF apenas 17% de apoio.

 

Sobre PontoMAP

Combinamos análise das expectativas da sociedade e mercados com a avaliação da imagem e reputação para o seu negócio.